A ENTIDADE

 

 

 

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria - CNTI, foi fundada em 19 de julho de 1946 e reconhecida pelo Decreto nº 21.978, de 25 de outubro do mesmo ano. Completará, em 2016, 70 anos de existência, marcada por permanente luta em busca de melhores condições de vida e de trabalho dos industriários brasileiros.


Até outubro de 1988, coordenou todo o plano de enquadramento sindical dos trabalhadores na indústria, que, abrangia cerca de treze milhões de trabalhadores. A partir de 1989 alguns grupos coordenados foram-se desmembrando para organizarem confederações próprias, importando ficar reduzida a coordenação da CNTI.

Mesmo assim, continua sendo, no Brasil, a maior confederação de trabalhadores, agrupando 39 federações e aproximadamente 600 sindicatos, com cerca de 5 milhões de trabalhadores. De acordo com o estatuto, já reformado e adaptado à situação sindical brasileira, a CNTI possui, como órgãos de administração, o Conselho de Representantes, a Diretoria e o Conselho Fiscal.

O Conselho é o órgão deliberativo máximo da entidade e é composto dos delegados representantes das federações filiadas. Reúne-se ordinariamente uma vez por ano e extraordinariamente sempre que necessário.

A diretoria, eleita para mandato de 4 anos, é assim composta: presidente, secretário geral, secretário de finanças, secretário de educação, secretária para assuntos de trabalho da mulher, do idoso e da juventude, todos obrigados a residir em Brasília, e doze secretários regionais, todos eleitos pelo Conselho de Representantes.

O presidente representa a Confederação em quaisquer assuntos de seu interesse.

 

  

Imprimir